Bem Vindo

Você que está sempre por aqui ou você que chegou agora, fique á vontade pra comentar, criticar, adicionar. Nem só da mente louquinha da autora é que o blog se alimenta!

segunda-feira, junho 19, 2006

Muito amor e esperança


Esta página na verdade está em suspenso, mas não posso deixar de exprimir alguma coisa. Meu segundo pai está no hospital. Talvez seja um dos momentos mais difíceis para mim desde que conheci o pai do meu filho. De lá pra cá as duas famílias com que convivo tiveram suas dificuldades, mas todas são superadas. Os doentes sempre estiveram dentre os idosos e por mais que doa é no mínimo esperado que a idade avançada perca seus sopros de vida.

Porque a vida é mesmo um leve soprinho que Deus nos deu para que cada um aproveite muito bem. As máquinas que o homem criou são mais fortes que ele mesmo. A vida do homem, este ser tão inteligente e tão insensato ao mesmo tempo, pode acabar num tropeção, num engasgo, numa rua atravessada a esmo ou por causa de um vírus minúsculo.
Todos nascemos com o mesmo destino e mesmo sabendo do fim inevitável nos damos direitos de imortais. Arriscamos nossa vida à toa, brigamos com quem se ama, comemos toda sorte de alimentos nocivos à saúde e, pior de tudo, entregamos nossa mente ao ritmo frenético da vida movida a consumo, contas para pagar e perdas de tempo inúteis.

Não há livro de auto-ajuda que possa nos colocar verdadeiramente diante da realidade, ninguém, prepara o filho para o dia de sua partida. O grande mistério da vida talvez seja este, de mesmo após milênios, de geração a geração, a partida nunca seja assimilada como algo normal. Provavelmente a psique humana não funcionasse dessa forma, pois somos movidos a planos.

Sei que ele vai sair de lá, quando o vi tive certeza que o teria de volta em casa pedindo um café, fazendo suas piadas e sorrindo para meu filho. Enquanto isso não acontece vou segurando a onda para dar colo a meu amado, minha sogra e minha cunhada, como uma boa nora. Mas sofro como uma filha a mais que ele teve sem se dar conta. Pois foi como filha que ele sempre me tratou. Torçam todos por nós!

4 comentários:

  1. Poxa Lay, deu até vontade de chorar. Mas tenham fé que tudo vai ficar bem, Deus vai fazer ele voltar rapidinho pra casa e tudo não passará de um susto.
    Beijos e força a todos.

    ResponderExcluir
  2. Fiquei muito emocionada com suas palavras, a poucos dias minha filhinha
    estava no hospital com pneumonia. Espero que seu sogro se recupere logo.

    Abraços,

    ResponderExcluir
  3. Antonieta M. Bárbara20 junho, 2006 18:42

    Sou amiga de seu grande Pai, um ser humano belíssimo e cada dia que passa
    revalorizo a minha saúde, porque quantidade de Vida depende de DEUS, mas a
    qualidade de vida depende da ação humana. Deus não criou o Homem, Deus
    cria o homem com vida em abundância. Bonito a sua mensagem e estas coisas
    que acontecem com as pessoas é a maneira de Deus lhe resgatar.

    Sds,

    ResponderExcluir
  4. HUDSON TAYLOR.20 junho, 2006 18:45

    Layana, bom dia.

    Devido as correrias da vida lamentavelmente temos pouco tempo para trocarmos idéias. Lamento pelo seu sogro e ORO para que ele se recupere. Meu pai já teve 03 AVC´s,mas graças a Deus está bem. agradeça à Deus todos os dias por sua passagem aqui nessa terra tão complicada. gardeça por sua família (Seu belíssimo filho). Busque Deus, busque ter maior relacionamento com Ele, saber como Ele quer te abençoar. É... não outra maneira a não ser lendo a BÍBLIA. A Bíblia nos ensina tudo que precisamos saber a respeito de Deus e de nós mesmo. Mais uma vez, parabéns pela forma como escreve. Fique ligada em Deus, que por mais bacana que possa parecer nossa vida aqui, há uma bem melhor, SEGUNDO A BÍBLIA SAGRADA, e eu CREIO.
    DEUS É FIEL.

    ResponderExcluir